,

Prótese de Silicone

Seios pequenos que junto com os quadris largos, sempre foi marca registrada da mulher brasileira, está perdendo espaço para os seios fartos. Hoje, a prótese de mamas transformou-se no sonho de consumo de milhares de mulheres, que desejam seios maiores, firmes e mais sensuais.

Atualmente, existem três técnicas cirúrgicas para a inclusão mamária.

 

Na via "Periareolar inferior" o resultado é uma única cicatriz em torno da metade inferior da aréola, mas há limitações para inclusão da prótese de acordo com o tamanho da aréola da paciente. Na via "Axilar", a cicatriz é quase invisível e a prótese será colocada, via de regra, debaixo do músculo peitoral. Já a via "Inframamária" é aplicável em todos os casos e a cicatriz fica "escondida" no sulco da mama. A cirurgia é realizada com anestesia local e dura em média uma hora. A permanência na clínica também é curta, cerca de 8 a 24 horas. As complicações são raras e a cirurgia pode ser feita mesmo antes da gravidez, já que o silicone não influi na amamentação, uma vez que a prótese fica atrás da glândula mamária, ou seja, a amamentação é normal.

 

Nome técnico: Inclusão de Prótese de Mamas.

Parte do corpo: Seios.

Idade recomendada: A partir dos 18 anos.

Anestesia: Local ou Peridural

Duração da cirurgia: Em média 1 hora a 1 hora e meia.

Pré-operatório: Exames de laboratório e arquivo radiográfico (mamografia).

Pós-operatório: Curativo em forma de sutiã durante 24 horas e evitar dormir de bruços durante dez dias.

Tempo de recuperação: 7 a 15 dias. (dependendo de pessoa para pessoa).

 

MARQUE SUA

AVALIAÇÃO

Um dos consultores da Porto da Plástica
entrará em contato com você.